quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

ESCALA DA COMUNIDADE SANTA TERESINHA DO MENINO JESUS

Data
Leitores
Acolhida
Coleta
Intenções
Ofertório
03/02/13
C.- Geraldo
1ª -Rosana
2ª -Patricia
O.A-Andreia
Ana Carolina,Fátima,Dora e Carmem
Equipe
Fátima
Aparecida
Stª Teresinha
10/02/13
C.-Neide
1ª -Sílvia
2ª -Carmem
AO- Ana Carolina
sspv
Equipe
SSPV
Cássia
SSPV
17/02/13
C. -Cleusa
1ª-Edson
2ª-Dora colega
AO-Júlia
Aparecida, João Brizola Demétrius
Equipe
KellY
MAIARA
Dizimo
24/01/13
C.Joel
1ª-Ana Maria
2ª Dina
AO- Maiara
Antonio e fam.
Equipe
Antonio
Graciomara
Dilma

  
_______________________________________________________________________________

PARÓQUIA NOSSA SENHORA APARECIDA – C. STª TERESINHA- Fevereiro—2013 .

Demais servos, FICAI ATENTOS PARA IMPREVISTOS
.Na falta de alguém, Graciomara, Gessi, Ana Maria, Kelly.Marilda.

(FAVOR CHEGAR PELO MENOS MEIA HORA ANTES).

EQUIPE DE LITURGIA



SENHA DO DIA 31 DE JANEIRO DE 2013

Bom dia !!

Na maioria das vezes, fazemos uma ideia pessoal do que seja a Caridade.
Limitamos a sua compreensão àquilo que a nossa categoria mental consegue alcançar.
A Caridade é Deus, é a sua essência, é o seu modo de agir. Portanto, tudo que é amor puro provém dele e por sua vez é Caridade.
Às vezes, com a boa intenção de ajudar, fazemos correções aos outros, pensando que os estamos ajudando a viver melhor a Caridade. Porém, o modo mais eficaz de corrigir é antes de tudo amar. Se o outro se sente amado, espontaneamente muda ou aceita de bom grado uma correção fraterna.
Procuremos neste dia, amar mais e corrigir menos.
Para hoje, dia 31 de Janeiro 2013:

"AJUDEMO-NOS A PERMANECER NA CARIDADE"

Abraços,
Apolonio

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

CATEQUESE - Crer que Deus é Pai é um ato de fé e conversão, diz Bento XVI


"Deus é um Pai que não abandona nunca os seus filhos, um Pai amoroso que sustenta, ajuda, acolhe, perdoa, salva....", disse o Papa
O Papa Bento XVI prosseguiu nesta quarta-feira, 30, as reflexões sobre o “Credo” – profissão da fé católica, como tem feito desde a semana passada, quando falou sobre “Eu creio em Deus”.
Nesta segunda reflexão, o Santo Padre concentrou os ensinamentos em torno da primeira definição de Deus que o Credo apresenta: Ele é Pai. Bento XVI ressaltou que quando a paternidade de Deus é professada, deposita-se a  fé no poder do seu amor que no seu Filho morto e ressuscitado derrota o ódio, o mal, o pecado e abre a vida eterna aos que creem.
“Dizer ‘Eu creio em Deus Pai onipotente’, no seu poder, no seu modo de ser Pai, é sempre um ato de fé, de conversão, de transformação do nosso pensamento, de todo o nosso afeto, de todo o nosso modo de viver”, explicou o Pontífice.
O Papa disse que o reconhecimento de Deus como Pai é uma tarefa dificultada pelo estilo de vida ocorrente principalmente no mundo ocidental.
Segundo Bento XVI, a vida familiar passa por diversas intervenções como os compromissos de trabalho mais exigentes, as preocupações, a dificuldade de enquadrar as contas familiares e a invasão dos meios de comunicação de massa na vida cotidiana.
Com isso as referências de paternidade acabam ficando prejudicadas, diz o Papa. “Para quem teve a experiência de um pai demasiado autoritário e inflexível, ou indiferente e pouco afetuoso, ou até mesmo ausente, não é fácil pensar com serenidade em Deus como Pai e abandonar-se a Ele com confiança”.
No entanto, o Santo Padre acredita que nos Evangelhos, a figura de Deus como Pai é construída, especialmente no Mistério Pascal de Cristo Jesus. O Papa citou alguns exemplos bíblicos que reforçam a imagem amorosa e paterna de Deus. A partir deles, é possível afirmar: “Deus é um Pai que não abandona nunca os seus filhos, um Pai amoroso que sustenta, ajuda, acolhe, perdoa, salva, com uma fidelidade que supera imensamente a dos homens, para abrir-se a uma dimensão da eternidade.”
O Papa ressaltou que é necessário entender que o pensamento de Deus é diferente do pensamento humano. Suas vias diferentes e sua onipotência são diferente: não se exprime como força automática ou arbitrária, mas é marcada por uma liberdade amorosa e paterna.
Ao concluir a reflexão, o Santo Padre rezou pedindo a Deus que conceda a todos a graça do dom da filiação, “para viver em plenitude a realidade do Credo, no abandono confiante ao amor do Pai e à sua misericordiosa onipotência que é a verdadeira onipotência e salvação.”

FONTE: CANÇÃO NOVA

SENHA DO DIA 30 DE JANEIRO DE 2013


Bom dia !!

Qual será a penitência que mais agrada a Deus?
Nas Sagradas Escrituras é dito que a penitência que mais agrada a Deus é agir segundo a Justiça. É assumir os pesos do irmão como se fossem os próprios. É libertar os oprimidos, alimentar os famintos, visitar os doentes e encarcerados, cuidar dos idosos, enfim, amar cada próximo como a si mesmo.
Se fizermos o esforço de viver intensamente essa penitência especial, agradaremos muito a Deus.
Não tanto pelo que faremos, mas porque nos transformaremos em pessoas melhores.
Para hoje, dia 30 de Janaeiro 2013:

TOMAR SOBRE SI OS PESOS DOS OUTROS

Abraços,
Apolonio

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

ATENÇÃO!!!

A CATEQUESE RECOMEÇA NO PRÓXIMO SÁBADO
02/02/2013

SENHA DO DIA 29 DE JANEIRO DE 2013


Bom Dia !!

Quando o Evangelho fala de inimigo, não se refere apenas a quem nos odeia.
Pode ser uma simples incompreensão, uma não aceitação de um parecer ou de uma situação. Enfim, pode ser também alguém que nos deseja o mal e que nos persegue, que sente inveja ou qualquer outro sentimento ruim a nosso respeito.
A atitude de quem se dispõe a amar é estar a serviço. É desejar sinceramente o bem dessas pessoas. É rezar por elas. É fazer-lhes o bem de alguma maneira.
O ganho que advém desse modo de viver é uma grande Paz interior.
Muitas vezes a situação se reverte e aquela pessoa que parecia inimigo, torna-se um grande aliado do bem.
Para hoje, dia 29 de Janeiro de 2013:

AMAR O INIMIGO

Abraços,
Apolonio

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Santo Tomás de Aquino - 28 DE JANEIRO


Santo Tomás de AquinoNeste dia lembramos uma das maiores figuras da teologia católica: Santo Tomás de Aquino. Conta-se que, quando criança, com cinco anos, Tomás, ao ouvir os monges cantando louvores a Deus, cheio de admiração perguntou: "Quem é Deus?".

A vida de santidade de Santo Tomás foi caracterizada pelo esforço em responder, inspiradamente para si, para os gentios e a todos sobre os Mistérios de Deus. Nasceu em 1225 numa nobre família, a qual lhe proporcionou ótima formação, porém, visando a honra e a riqueza do inteligente jovem, e não a Ordem Dominicana, que pobre e mendicante atraia o coração de Aquino.

Diante da oposição familiar, principalmente da mãe condessa, Tomás chegou a viajar às escondidas para Roma com dezenove anos, para um mosteiro dominicano. No entanto, ao ser enviado a Paris, foi preso pelos irmãos servidores do Império. Levado ao lar paterno, ficou, ordenado pela mãe, um tempo detido. Tudo isto com a finalidade de fazê-lo desistir da vocação, mas nada adiantou.

Livre e obediente à voz do Senhor, prosseguiu nos estudos sendo discípulo do mestre Alberto Magno. A vida de Santo Tomás de Aquino foi tomada por uma forte espiritualidade eucarística, na arte de pesquisar, elaborar, aprender e ensinar pela Filosofia e Teologia os Mistérios do Amor de Deus.

Pregador oficial, professor e consultor da Ordem, Santo Tomás escreveu, dentre tantas obras, a Suma Teológica e a Suma contra os gentios. Chamado "Doutor Angélico", Tomás faleceu em 1274, deixando para a Igreja o testemunho e, praticamente, a síntese do pensamento católico.

Santo Tomás de Aquino, rogai por nós!


    FONTE: http://www.cancaonova.com/portal/canais/liturgia/santo/

RESULTADO DA RIFA DA PADROEIRA NOSSA SENHORA APARECIDA


Bom Dia,

Na Loteria Federal do dia 26 de janeiro de 2013 o número sorteado foi 567.

O bilhete do ganhador de R$ 100,00 da Rifa Mensal de Nossa Senhora Aparecida - Diocese de Lorena, foi dos festeiros Lucimara e Maia.

A todos que colaboram nosso muito obrigado!

Comissão de Festas e Eventos 2013

SENHA DO DIA 28 DE JANEIRO DE 2013


Bom dia !!

Hoje mando para vocês um pequeno escrito de Chiara, que é a chave para se ter um amor heróico.
Na verdade, não se pode ter um amor heróico sem um amor por escolha própria das cruzes de cada dia.
Não é ter amor pelas dificuldades, mas enfrentá-las com amor, ou melhor, transformá-las em amor. Amar apesar delas.
O pensamento de hoje 28 de Janeiro 2013 é:

"TER UM AMOR HERÓICO"


E o pensamento de Chiara Lubich é este:

CADA MOMENTO TEM A SUA CRUZ
Pode-se notar, vivendo o presente, que — se o viver­mos bem — é sempre possível pôr em prática as pala­vras de Cristo: “Toma a tua cruz”.
Quase todo momento tem a sua cruz: pequenas, insignificantes ou grandes dores espirituais ou físicas que acompanham a nossa vida no presente. É preciso “carregar” estas cruzes; não procurar esquecê-las, refugiando-se numa vida descomprometida.
E mesmo quando tudo falasse de saúde e alegria, é aconselhável, embora reconhecidos a Deus, viver desapegados e não nos voltarmos avidamente para os dons, esquecendo-nos do Doador e ficando depois tris­tes, com o vazio na alma.
Chiara Lubich

Abraços,
Apolonio

domingo, 27 de janeiro de 2013

MISSA DO 3º DOMINGO COMUM - 27/01/2013


“Sua vida está bagunçada?
porque não está de acordo com a vontade de Deus.
Reconstrói sua vida de acordo com a Palavra de Deus.
Jesus disse que veio curar os cegos. Não é só a cegueira dos olhos, mas principalmente a cegueira espiritual.”

Pe Ademir nos pediu como tarefa nessa semana para lermos os livros de Esdras e Neemias para aprender com o povo do antigo testamento, como viver de acordo com a vontade de Deus.

“Reconstrua a sua vida segundo a palavra de Deus.
Não viva de qualquer jeito,
Viver de qualquer jeito é desconstruir a própria vida.
Viver segundo a Palavra de Deus é construir a vida na graça, na benção e na ação de Deus e construir um relacionamento com Deus aqui na terra é assentar um tijolinho no céu para nossa casa que está sendo construída lá em cima.

Que essa liturgia seja o retomar de nossa vida segundo a vontade de Deus.”


























Papa aborda aspectos sobre a relação entre fé e matrimônio

O Papa Bento XVI recebeu na Sala Clementina, neste sábado, 26, os membros do Tribunal da Rota Romana, para a inauguração do ano judiciário. Em seu discurso, o Santo Padre refletiu, de modo particular, sobre alguns aspectos da relação entre fé e matrimônio, observando que a crise de fé presente atualmente em vários lugares do mundo traz consigo um crise da união conjugal, que recai também sobre os filhos. 

O Pontífice recordou o Código Canônico, que designa a realidade natural do matrimônio, como um pacto irrevogável entre um homem e uma mulher. Ele ressaltou que essa relação entre fé e matrimônio adquire um significado ainda mais profundo no plano teológico. "O vínculo matrimonial, de fato, embora realidade natural, entre os batizados foi elevado por Cristo à dignidade de Sacramento”.

E a fé, segundo o Santo Padre, é muito importante em uma união matrimonial cristã. Ele destacou que a fé  “é importante na realização do autêntico bem conjugal, que consiste simplesmente no querer sempre o bem do outro”. Além disso, ela faz crescer e frutificar o amor dos esposos, dando espaço à presença do Deus Trinitário.

Referindo-se ao pronunciamento do beato João Paulo II ao mesmo tribunal, há 10 anos, Bento XVI lembrou que uma atitude do noivos que não leva em consideração a dimensão sobrenatural do casamento pode torná-lo inválido somente se isso afeta a validade no plano natural no qual é colocado o mesmo sinal sacramental.

Segundo o Papa, a cultura contemporânea, marcada por um acentuado subjetivismo e relativismo ético e religioso, coloca a pessoa e a família diante de prementes desafios. "Em primeiro lugar em relação à capacidade de um ser humano de unir-se, e se é possível que essa união dure toda uma vida e se isto corresponde realmente à natureza humana, ou mesmo, se esta união não estaria em contraste com a liberdade humana e com a sua auto-realização. Isto faz parte de uma mentalidade muito difundida de que a pessoa se torna ela mesmo, permanecendo autônoma e entrando com contato com o outro somente através de relações que podem ser interrompidas a qualquer momento”, advertiu.

O Santo Padre destacou ainda que somente abrindo-se à verdade de Deus é possível compreender e realizar, na vida conjugal e familiar, a verdade do homem como filho, regenerado pelo Batismo. A recusa a esta proposta divina, segundo enfatizou o Papa, leva a um desequilíbrio em todas as relações humanas, a uma falsa compreensão da liberdade e da auto-realização. 

Usando o exemplo dos santos que viveram a união matrimonial e familiar numa perspectiva cristã, Bento XVI recordou que eles conseguiram superar as situações mais adversas, alcançando, muitas vezes, a santificação do cônjuge e dos filhos com um amor sempre mais reforçado por uma sólida confiança em Deus, de uma sincera piedade religiosa e de uma intensa vida sacramental.

Concluindo seu discurso aos juízes da Rota Romana, o Pontífice afirmou que, com suas considerações, ele não pretendeu sugerir um fácil automatismo entre carência de fé e nulidade da união matrimonial. Antes, o objetivo foi "individuar como tal carência possa, embora não necessariamente, ferir também os bens do matrimônio, a partir do momento que a referência à ordem natural desejada por Deus seja inerente ao pacto conjugal”.

FONTE: http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=288496

sábado, 26 de janeiro de 2013

SENHA DO DIA 26 DE JANEIRO DE 2013


Bom dia !!

Não precisa ser um ativista para construir a Paz.
A verdadeira Paz começa dentro de nós e é fruto de nossa vida.
Confesso a vocês que já tendo vivido em países onde havia guerra, nunca tive a sensação de ter perdido a Paz.
Mesmo quando de casa se ouviam os bombardeios, junto com os companheiros de comunidade entendíamos ainda mais forte o significado da Paz que vivíamos em nós e entre nós.
Nos relacionamentos do dia a dia, tínhamos a certeza de sermos construtores de Paz.
Pois bem, não é diferente estando aqui no Brasil.
È antes de tudo dentro de mim e à minha volta que sou construtor de Paz e não apenas se empunho a bandeira dos pacifistas.
Sou pacifista se tenho a Paz.
Para hoje, dia 26 de Janeiro 2013:


"CONSTRUAMOS A PAZ"

Abraços,
Apolonio

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

ESCALA DE FEVEREIRO DE 2013 - MINISTROS EXTRAORDINÁRIOS DA SAGRADA COMUNHÃO



Escala de Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão

IMPORTANTE:

Próxima Reunião 14/02/2013
  
Nossa Senhora Aparecida rogai por nós!!!!!!!!!



 Comunidade Santa Teresinha
  
Dia 03 (domingo)


Christiane, Joel, Giovana e João Brizola.


Dia 10 (domingo)


Francisca, Marilda, Maria do Socorro e Ricardo.
 Dia 17 (domingo)


Celina, Giovana, Joel e Sara.
Dia 24 (domingo)


Christiane, Francisca, Maria do Socorro e João Brizola.


 Comunidade São Cristóvão

Dia 03 (domingo)

Cleber, Cícero e
 Paulo César.
Dia 05 (terça-feira)

Edna.
Dia 10 (domingo)

Inês, Luciene e Patrícia.
Dia 12 (terça-feira)

carnaval
Dia 17 (domingo)

Edna, Sandra e
Tânia.
Dia 19 ( terça-feira)

Tânia.
Dia 24 (domingo)

Claudinéia, Domingos e Cícero.
Dia 26 (terça-feira)

Inês.

  

 Matriz Nossa Senhora Aparecida

Dia 01 (sexta-feira)

Maria Rita e Piedade.
Dia 02 (sábado)

Almir, Lúcio e 
Paulo Sérgio.
Dia 03 (domingo)

Fátima, Piedade, Regina,
Sara e Rosana Cristina.
Dia 07 (quinta-feira)

Cláudia e Sara
Dia 08 (sexta-feira)

Nair de Fátima e Rosemeire
Dia 09 (sábado)

Piedade, Lúcio e
Rosana Cristina
Dia 10 (domingo)

Ana Lúcia, Cláudia, Mazico,Rosi e
 Paulo Sérgio
Dia 13  (quarta-feira)

Maria Rita, Roberta, Regina, Nair de Fátima e
Rosana Cristina
Dia 14 (quinta-feira)

Ana Lúcia e Beto
Dia 15(sexta-feira)

Mazico e Cláudia.
Dia 16 (sábado)

Nair de Fátima, Almir e
Fátima
Dia 17 (domingo)

Piedade, Regina, Rosemeire,
Tânia e Sara
Dia 21 (quinta-feira)

Rosi e Mazico
Dia 22 (sexta-feira)

Beto e Rosana Cristina
Dia 23 (sábado)

Piedade, Ana Lúcia e Regina

Dia 24 (domingo)

Almir, Fátima, Lúcio, Rosana Cristina e Roberta.

Dia 28 (quinta-feira)

Cláudia e Piedade
Dia 01 (sexta-feira)

Maria Rita e
 Nair de Fátima
Dia 02 (sábado)

 Beto, Mazico e   
 Paulo Sérgio
Dia 03 (domingo)

Ana Lúcia, Cláudia,
 Maria Rita, Regina e Tânia

   
Comunidade de São Miguel Arcanjo – (Mondesir)
  
Dia 06  (quarta-feira)

Joel
Dia 13  (quarta-feira)

Missa das cinzas na paróquia.

Dia 20 (quarta-feira)

Célia
Dia 27 (quarta-feira)

Mazico
  


ESCALA DE MÚSICOS - MÊS DE FEVEREIRO/2013


Paróquia Nossa Senhora Aparecida

MÊS  DE FEVEREIRO /2013



Dia 01 (sexta-feira)

Bere
Dia 02 (sábado)

Simone

Dia 03 (domingo)

Alex
Dia 07 (quinta-feira)

Rosana
Dia 08 (sexta-feira)

Bere
Dia 09 (sábado)

Gedalis

Dia 10 (domingo)

Gedalis
Dia 13 (quarta-feira)
Missa das cinzas
Bere
Dia 14 (quinta-feira)

Rosana
Dia 15 (sexta-feira)

Bere
Dia 16 (sábado)

Santa Teresinha
Dia 17(domingo)

Santa Teresinha

Dia 21 (quinta-feira)

Rosana

Dia 22(sexta-feira)

Rosana
Dia 23 (sábado)

Bere
Dia 24 (domingo)

Simone



IMPORTANTE:


MÚSICOS: Favor chegar com uma hora de antecedência para uma boa preparação!


Nossa Senhora Aparecida rogai por todos nós!!!!!